A HISTÓRIA DE JOÃO H. (A VERDADE)
Letra: Ricardo Caulfield

Música: Marcio Bukowski/Ricardo

Um homem pobre, velho e doente
Não trabalha porque é doente
Um homem com distúrbios mentais
Não é responsável pelo que faz
Um dia encontrou uma arma que estava escondida
Abriu a janela, fechou os olhos e tirou uma vida

Agora eu sei, ele não tinha idéia do que fez
Agora eu sei, ele não tinha idéia do que fez
Agora eu sei

Uma mulher passava na rua quando foi alvejada
Mês atrás ela deu a luz, amanhã será enterrada
Uma senhora viu na hora que João cometia o delito
A polícia foi avisada e João apanhou até o distrito

Agora eu sei, ele não tinha idéia do que fez
Agora eu sei, ele não tinha idéia do que fez
Agora eu sei

Um delegado quer se promover
Um político quer se eleger
Um bode expiatório era preciso
Ele foi o escolhido

Mais de 30 homicídios
Crimes que não foram resolvidos
Colocaram a culpa no pobre do João
Transformaram em espetáculo a sua prisão

Esta é a história de João H
Esta é a história de joão H

Assumir os crimes que não cometeu foi a melhor coisa que João fez
Sua vida vai virar filme, ele vende entrevistas para as TVs
João virou um superstar e seu irmão seu empresário
Quando a justiça o libertar, ele não vai voltar para o barraco

Voltar