O SILÊNCIO QUE FOI COSTURADO

Eu ouço o grito, ouço o eco
Ouço o apito, o trem está perto
Ouço o silêncio, ouço o vão
Pássaros são pedras
Que esquecem o chão

Você gosta da melodia que te faz adormecer
Que te faz esquecer
Mas eu sou o cara que não pára de fazer a porta ranger

Eu ouço a glória, ouço o conflito
O "The end" que sangra no fim do capítulo
Ouço a batalha sem vencedores
Acaba um mundo por dia em meus arredores
Mas já houve mundos piores

Buzina, TV, fogos de artifício
Todos os sons que costuram o tecido
Por isso você não vai enxergar
Quando o Grande Grito te procurar

O silêncio que foi costurado
Quando é que alguém vai encontrar
O grito que um dia foi guardado

Polícia e bandidos podem ficar parecidos
Técnica investigativa, para outros, castigo
Todos juntos na mesma emoção
Deformando a verdade, a vitória e a visão.

O silêncio ...

Voltar